AO VIVO
Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Salvador
29ºmax
23ºmin
Correio
Política

Reunião da CPI das Quarteirizações é cancelada por falta de quórum

A sessão remota ocorreu na manhã desta quarta

09 setembro 2020 - 15h04Por Sandra Capomaccio

A reunião virtual da Comissão Parlamentar de Inquéritos (CPI) das Quarteirizações, da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que deveria ser realizada nesta quarta-feira (9), em ambiente virtual, para ouvir representantes da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina(SPDM), que atuou nos hospitais de campanha junto com o Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (IABAS), por incrível que pareça, foi cancelada por falta de quórum.
Para surpresa de todos, não houve quórum, o que parece ser estranho numa reunião virtual, e após os registros das reuniões anteriores terem sido divulgados, discutidos e questionados na imprensa.
Nos 15 minutos regimentais, suficientes para a contagem de quórum,  só estavam presentes os deputados Janaína Paschoal (PSL), Sérgio Victor (Novo) e Analice Fernandes (PSDB).
Mais tarde, quando a contagem já não somava mais  (quando não adiantava mais) apareceram os deputados Wellington Moura (PRB) e Edmir Chedid (DEM). Nos vídeos da sessão, o relator Thiago Aurichio (PL) também aparece.

Reprodução

Foi discutida a possibilidade de ouvirem informalmente os representantes do SPDM, que estavam presentes, mas não houve acordo para isso, pois o deputado Wellington Moura considerou que essa oitiva informal não teria nenhum valor legal nem poderia ser utilizada pelo relator.
A deputada Janaina Paschoal achou um desrespeito com o contribuinte e com os integrantes a falta de quórum numa reunião online.
Achou a ausência injustificavel e insistiu na oitiva, pois ainda que ouvidos de maneira informal, teriam sim validade. A deputada Analice Fernandes concordou com a realização da oitiva.

Assim a reunião simplesmente não foi reealizada, devendo ser remarcada para a semana que vem. 

Desde o dia 23 março as sessões ordinárias presenciais estão suspensas, porém o Parlamento paulista não fechou suas portas durante a pandemia do Covid-19 e adotou o "parlamento virtual" onde os 94 deputados podem se reunir para debater e votar os projetos necessários para o Estado. 

Diário Oficial do Estado