AO VIVO
Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Busca
Salvador
31ºmax
23ºmin
Correios Celular - Mobile
Política

Major Olímpio chama deputado de energúmeno

Gil Diniz, expulso do PSL desde julho, quer a anulação da convenção municipal do PSL

16 setembro 2020 - 12h54Por Paulo Toledo

O deputado estadual Gil Diniz, expulso do PSL desde julho, despertou a fúria do senador Major Olímpio (PSL), ao divulgar um vídeo ontem nas redes sociais, dizendo que protocolou junto à Executiva Nacional do PSL, pedindo a anulação da convenção municipal do partido, que definiu a deputada federal Joice Hasselmann, como candidata do partido à prefeitura de São Paulo.

Diniz alega que houve irregularidades na convenção e, por isso, é passível de ser cancelada, pela direção nacional. Ele acusa o partido de o ter expulsado quando colocou seu nome como pré-candidato a Prefeito. A direção estadual da legenda, na época, alegou que a expulsão foi por suposta disseminação de fake news e ataques a instituições democráticas, como o Supremo Tribunal Federal (STF), afrontando o estatuto da sigla.

À época, Diniz ironizou a expulsão e afirmou que é uma "honra ser expulso". O deputado não concordou com a expulsão, alegando que jamais participou de ato antidemocrático.

 

Reação forte

Major Olimpio foi enfático ao dizer que Diniz não tem o direito de pedir o cancelamento da convenção municipal. “A coisa é tão ridícula que o energúmeno já foi expulso e ainda se acha no direito de pleitear algo no Partido, liderado por um mentecapto, que estava achando que o PSL estenderia tapete vermelho pela volta do Messias (presidente Jair Bolsonaro). Pois o PSL não quer Bolsonaro de volta e brevemente vai terminar de expulsar sua patota que não presta e ainda ficou no Partido”, afirmou, apliando seu ataque para o presidente nacional da sigla e para o presidente da República.

De acordo com o advogado Roberto Beijato Junior, a jurisprudência do TSE é pacífica no sentido de que o reconhecimento de irregularidades na convenção partidária só pode ser requerida por integrantes do partido. "Nesse sentido, um deputado expulso do partido não tem legitimidade processual para requerer anulação da convenção deste mesmo partido”, ressaltou.

Gil Diniz quer anulação da convenção municipal do PSL

*Atualizada às 13h18